Reino Unido equaciona reduzir o salário mínimo

O governo do Reino Unido está a considerar um congelamento ou mesmo um corte no salário mínimo em 2013, avança o Financial Times.

De acordo com o jornal, os ministros de David Cameron estão a analisar vários cenários, que poderão passar pelo congelamento ou pelo corte do salário mínimo, que abrange perto de um milhão de trabalhadores no sector do retalho e da produção industrial.

Actualmente, o salário mínimo no Reino Unido é de 6,08 libras por hora para os trabalhadores acima dos 21 anos e de 4,98 libras para os que têm entre 18 e 21 anos.

Em Janeiro, o ministro do emprego Jo Swinson, disse que a estagnação da economia britânica teria de ser levada em linha de conta na definição do salário mínimo para 2013.

“O nível de emprego está agora acima do pico anterior à recessão, mas a taxa de emprego continua abaixo do pico anterior à recessão”, destacou perante a Low Pay Comission (uma comissão independente que todos anos em Fevereiro envia um relatório ao governo com as recomendações sobre a evolução do salário mínimo no futuro). “Isto significa que é necessário alguma cautela, dado que o salário mínimo atingiu o nível mais alto de sempre em relação ao salário médio dos trabalhadores adultos e continua muito elevado no caso dos jovens”, justificou na altura.

A medida é criticada pelo ministro sombra trabalhista Chris Leslie, que alerta para os impactos negativos que o aumento dos impostos e das mudanças nos benefícios sociais já estão a ter nos orçamentos das famílias britânicas.

O salário mínimo foi introduzido em 1999 pelo governo trabalhista de Tony Blair. Na altura, ficou estabelecido que os trabalhadores com mais de 21 anos receberiam 3,60 libras por hora, enquanto os trabalhadores entre os 18 e os 21 receberiam 3 libras por hora.

De acordo com os dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, o Reino Unido aparece em nono lugar entre os 24 países que têm salário mínimo obrigatório. Em 2011, o salário mínimo correspondia a 9,41 dólares/por hora. Já Portugal aparecia em 17º lugar, com uma remuneração mínima de 3,88 dólares por hora.

fonte:http://www.publico.pt/

publicado por adm às 21:33 | comentar | favorito