alários em Portugal crescem ao ritmo mais lento de toda a UE

O custo da mão-de-obra em Portugal cresceu 0,8% no primeiro trimestre do ano.

Os salários na zona euro aumentaram 2,6% no primeiro trimestre de 2011, mas em Portugal o aumento situou-se abaixo da média (0,8%), segundo dados do Eurostat hoje divulgados. Na Europa dos 27 (2,7%), Portugal é mesmo o país com menor aumento do custo da mão-de-obra.

Há depois os casos da Grécia e Irlanda, que registaram um decréscimo de 6,8% e de 2,2%, respectivamente.

Por sectores, na zona euro, o preço da mão-de-obra aumentou mais na indústria (2,8%), seguido da construção e dos serviços (ambos com 2,5%). No conjunto dos 27 países, a mão-de-obra encareceu 3,1% na indústria, 2,3% na construção e 2% nos serviços.

De todos os países, a Bulgária foi a que registou maior subida por hora de trabalho (7,8%), seguida da Hungria com 5,6%.

fonte:http://economico.sapo.pt

publicado por adm às 13:36 | favorito