Trabalhadores dos CTT vão ter aumento de 2%

Novo acordo de empresa prevê aumentos de 2% nas remunerações base, o que acontece pela primeira vez em cinco anos.

 

Os CTT e os onze sindicatos da empresa assinaram um novo Acordo de Empresa (AE), válido para os próximos dois anos, segundo um comunicado divulgado pela empresa, que especifica que está previsto um aumento de 2% nas remunerações base.

A este AE junta-se "um novo regulamento do sistema das Obras Sociais, o sistema interno de saúde e protecção social da empresa", segundo o comunicado. O novo acordo "reforça um enquadramento laboral ajustado às especificidades da actividade da empresa, promovendo um bom clima social e relações colectivas de trabalho estáveis, elementos fundamentais para os CTT enfrentarem os desafios actuais e futuros".

"Nesse sentido, prevê um maior alinhamento com condições legalmente definidas, a não continuação de alguns subsídios específicos, a harmonização do horário de trabalho e a aplicação de aumentos de 2% nas remunerações base, o que sucede nos CTT pela primeira vez em cinco anos."

Foi assinado ainda um novo acordo de Regulamento das Obras Sociais (ROS) dos CTT, que mantém um nível de protecção elevado, "racionalizando a utilização dos benefícios". Nesse sentido, foi incrementada a comparticipação dos beneficiários no sistema, através do aumento das quotas mensais e dos copagamentos a cargo.

As alterações em matéria de plano de saúde, subsídios e tempo de trabalho, promoverão uma redução anual dos custos da empresa, enquanto os aumentos salariais terão um impacto de sentido inverso. "E terão também impactos financeiros ao nível das responsabilidades com o plano de saúde, que serão divulgados na comunicação dos resultados do ano de 2014, em 4 de março de 2015, devidamente suportados por uma análise actuarial final."

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 20:49 | comentar | favorito