Quase metade dos precários ganha entre 485 e 600 euros

As empresas estão a recrutar cada vez mais trabalhadores temporários e por mais tempo, mas o valor médio mensal pago a esses trabalhadores recuou 1,3% de 2011 para 2012, para os 582 euros.

A maior parte dos trabalhadores temporários foram contratados para a Região de Lisboa e Vale do Tejo (152 849). Esta região tem um peso de 59,8% no recrutamento. O Norte é segunda, com 44 751 recrutamentos e uma taxa de 24,8%. Segue-se Setúbal, com 17 299 contratos, Aveiro, 16 343, e Leiria, 14 385. Estes distritos concentram mais de 82,7% das colocações efetuadas.

Segundo o estudo, 1,9% de trabalhadores foram colocados em países de fora de Portugal, a sua maioria da União Europeia. Neste caso, há um acréscimo de 11,3%, de 2011 para 2012 na colocação no exterior.

fonte:http://www.jn.pt/

publicado por adm às 20:15 | comentar | favorito