Governo aperta restrições sobre salários da banca

Conselho de Ministros aprova diploma que prevê regras mais apertadas nas remunerações dos bancos com auxílios estatais.

O Conselho de Ministros aprovou a transposição das medidas aprovadas pela Comissão Europeia relativamente ao reforço da solidez financeira dos bancos que receberam ajuda financeira de Bruxelas.

"Esta proposta visa adequar a legislação nacional às novas orientações da Comissão Europeia em matéria de auxílios estatais às medidas de apoio aos bancos no contexto de crise financeira, aprovadas em 30 de Julho de 2013", segundo o comunicado do Conselho de Ministros.

A principal alteração prende-se com a redução da insuficiência de fundos próprios e o estabelecimento de regras mais apertadas para as remunerações da administração e dos quadros superiores dos bancos sob auxílios do Estado.

Quando foram concedidas as ajudas de Estado ao sector bancário já estavam contempladas medidas de cortes de salários. O Governo vem agora reforçar e alargar estas restrições. Para já, os alvos destas medidas são a Caixa Geral de Depósitos, o BCP, o Banif e o BPI.

 fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 22:02 | comentar | favorito