Salários no Norte baixam mais do que no resto do País

No segundo trimestre de 2013, o salário médio dos trabalhadores por conta de outrem da Região do Norte registou uma queda real de 2,1%, para 741 euros, relativamente ao período homólogo de 2012 e após um ligeiro crescimento registado nos primeiros três meses do ano. Os dados são divulgados hoje pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN), no relatório “Norte Conjuntura”, relativo ao segundo trimestre de 2013.

Segundo o relatório da CCDRN, a média de 741 euros está 62 euros abaixo do salário médio mensal líquido a nível nacional, que também caiu no segundo trimestre, para 803 euros (uma queda de 1,2% em termos reais).

 

A queda de 2,1% no salário médio dos trabalhadores do Norte deve-se, de acordo com a CCDRN, à redução de 1,7% no salário nominal e a uma inflação de 0,4% no segundo trimestre. A redução do salário médio a nível nacional traduz uma redução de 0,6% do salário nominal e uma inflação de 0,6%.

Os custos de trabalho, por sua vez, registaram, em termos homólogos, um crescimento de 3,4% na Região do Norte e de 1,8% a nível nacional, invertendo-se, em ambos os casos, as tendências de queda do primeiro trimestre.

No caso da Região do Norte, o aumento dos custos de trabalho reflete um acréscimo de 6% no custo médio por trabalhador, deduzido por um aumento de 2,7% no número de horas efetivamente trabalhadas.

 

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/E

publicado por adm às 00:04 | comentar | favorito