FMI quer novos cortes nos salários incluindo o salário minímo e o dos jovens

O Fundo Monetário Internacional insiste na receita de cortes salariais, avançando por exemplo, que o salário mínimo deve diminuir de valor, o que afetará quinhentos mil portugueses que recebem 485 euros mensais, e indica em particular, cortes no salário mínimo dos jovens entre os 18 e os 24 anos. A edição desta quinta feira do Diário Económico revela que o FMI quer ainda eliminar cláusulas de proteção dos postos de trabalho de funcionários que pertencem aos quadros das empresas, rever as condições de despedimento por justa causa, medidas que vai apresentar na oitava e nona avaliações ao programa de ajustamento.

A organização reitera que o desemprego continua elevado em Portugal devido à rigidez do mercado de trabalho e que a competitividade é baixa porque durante muitos anos a subida salarial não acompanhou a produtividade.

fonte:http://www.rtp.pt

publicado por adm às 12:07 | comentar | favorito
tags: