Administradores do BCP receberam menos 27% em salários

Menos 27% em salários de administradores executivos: foram estas as  contas do BCP em 2012, um ano em que o CEO, Nuno Amado, recebeu 384 mil euros. Este último número contrasta com o salário de Carlos Santos Ferreira, que recebia 650 mil euros. 

Os números foram hoje publicados pelo banco e mostram que, em 2012, o Banco Comercial Português gastou 2,8 milhões de euros na remuneração dos seus administradores, contra 3,81 milhões na gestão de Santos Ferreira. Tanto em 2011 como em 2012 não houve lugar a remuneração variável.

A este corte não foi alheio as regras impostas pelo Estado para os bancos que pediram ajuda pública. No caso do BCP e do BPI, por exemplo, a perda foi de cerca de 18 mil euros mensais. A redução para metade do vencimento dos banqueiros foi imposta pelo governo às instituições bancárias que recorraram ao apoio estatal para se recapitalizarem.

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 23:18 | comentar | favorito